sexta-feira, 11 de outubro de 2013

Trabalhando com amor e competência

O mês de outubro começou bem florescente, todo enfeitado de rosa. Foi muito sábia a iniciativa de chamar a atenção das mulheres para a necessidade de prevenir o câncer de mama. Ótimo, então, que Outubro Rosa tenha adquirido tal abrangência, com o amparo da mídia e repercussão em toda sociedade, porque assim o evento se consolida. Todos sabem que o diagnóstico tardio é um complicador na cura da doença.

Em nosso meio, temos observado que o evento também é de grande importância na promoção da solidariedade entre as pessoas. Portadores de câncer, familiares, voluntários, médicos e equipe multidisciplinar do Hospital dão verdadeiro exemplo de altruísmo na realização da campanha. E todos trabalhando com muita vontade, dedicação e amor, o que fica bastante patente.

O Outubro Rosa também contribui com a melhoria na qualidade de vida das pessoas, tanto das que estão em tratamento, como daquelas que já passaram por essa fase. Sempre é bom lembrar que hoje o câncer não é mais um tabu. Cada vez os tratamentos estão mais eficazes, com o surgimento de novas drogas e profissionais melhor preparados. Daí a diminuição dos indicadores de morbidade e mortalidade. 

Na região sul do Espírito Santo é o Hospital Evangélico de Cachoeiro de Itapemirim (HECI) o pioneiro no tratamento do câncer. Há quase 15 anos o HECI dispõe de um serviço completo, com oncologia clínica, cirúrgica e radioterapia.

Segundo um auditor do SUS de Brasília, em visita realizada para avaliação, o HECI tem hoje “um dos melhores serviços de oncologia do Brasil”, por utilizar as melhores drogas atualmente comercializadas no mundo, pela qualidade curricular dos profissionais médicos, pela humanização e pouca fila de espera.

A Unidade de Oncologia Clínica é coordenada pelo Dr. José Zago Pulido, a Cirúrgica por Dr. Anderson Zerbone (auxiliado pelos Drs. Paulo Brunoro e Tiago Dutra) e a Radioterapia por Dr. Paulo César Canary (professor da UFRJ) e Dr. Carlos Eduardo Almeida (professor da UERJ).

Mantém, ainda, parceria com a Casa de Apoio aos Portadores de Câncer (GACCI), presidida por, Wanda Bravim, e com o Centro de Pesquisas Clínicas em Oncologia (CPCO), coordenado pelo Dr. José Antônio Aleixo, professor e pesquisador aposentado pela Universidade Federal de Pelotas, atualmente residente em nossa cidade.
Poucos sabem, mas já foram realizadas pelo HECI, em parceria com o CPCO, mais de dez pesquisas clínicas na área da oncologia. De câncer de mama, próstata, pulmão... Inclusive a do quimioterápico AFATINIB, atualmente em uso, após aprovado pelo U.S. Food and Drug Asministration, órgão de controle governamental dos EUA.

Outra profissional que merece singular destaque é Dra. Sabina Bandeira Aleixo, não só pela competência profissional, mas também pela colaboração voluntária nos eventos e programas sociais realizados pelo HECI e o GACCI, em conjunto.

Neste Outubro Rosa, Dra. Sabina lançou o livro “Receitas de Sucesso”, no qual coordenou uma série de depoimentos de pacientes, que compõem o que ela chamou de “histórias reais dos desafios na luta contra o câncer”. Lindíssimo trabalho! À altura do quem tem feito Mirella Janotti e Leoni Margarida, pelo Brasil afora...

Dra. Sabina diz-se, com esse trabalho, “uma privilegiada por saber nos bastidores o que pensam os pacientes e poder promover esse encontro”, contribuindo, de forma efetiva, para melhoria da auto-estima de cada um deles.

Lembremos que o câncer não escolhe idade, nível social e de escolaridade, nem raça. Então: Viva o Outubro Rosa! Viva a vida! E que o Novembro Azul seja o mesmo sucesso. Os homens, tal como as mulheres, também merecem.